Para Entender o Mundo e o Brasil
Introdução

Vivemos um momento de profundas crises. A sociedade que nasceu da revolução industrial e francesa está posta em cheque, porém nem os melhores dos analistas consegue apostar qual rumo o mundo irá tomar. Vivemos um momento de profunda transição, onde o velho já dá todos sinais de esgotamento e o novo ainda não surgiu. Este curso, através do pensamento crítico-social, pretende ser uma base para auxiliarmos no entendimento da formação do mundo e do Brasil moderno. Serão 12 aulas com carga horária de 24 horas e com grandes professores como, Manuela D'Ávila, Júlio Veloso, Silvio Almeida, Manoel Rangel, Ana Prestes, Luiz Eduardo Motta, Luiz Fernandes entre outros. Confira a programação e se inscreva.

Aulas e Horários (ver detalhes)

Aula inaugural - Importância da Formação Teórica na Ação Política 
Manuela D’Avila, Jornalista, mestra em Politicas Públicas pela UFRGS, foi Vereadora, Deputada Federal e Estadual pelo PC do B, autora de Revolução Laura e Por que lutamos. Data: 24/04 às 14 horas 

A formação do Mundo Moderno: Revolução Industrial e Francesa
Júlio Vellozo, Professor da FADISP, Historiador do Direito. Data: 27/04 às 14 horas 

As interpretações do Brasil Moderno
André Tokarski, mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Professor de Direito na UNINOVE Data: 29/04 às 14 horas 

A economia brasileira na era do nacional-desenvolvimentismo
Diogo Santos, doutorando em Economia na UFMG Data: 01/05 às 14 horas 

Estado e Direito no pensamento social brasileiro
Silvio Almeida, Doutor em Filosofia e Teoria Geral do Direito pela Faculdade de Direito da USP. Professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da Fundação Getúlio Vargas. Professor Visitante da Universidade de Duke (EUA). Presidente do Instituto Luiz Gama. Autor de "Sartre: Direito e Política" (Boitempo) e "Racismo Estrutural" (Pólen).

A formação patriarcal do Brasil e a luta feminista do nosso tempo
Ana Prestes, mestre e doutora em Ciência Política. Data: 06/05 às 14 horas 

A formação da cultura nacional popular no Brasil
Manoel Rangel, cineasta brasileiro. Foi diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema de 2006 a 2017. Com participação da atriz e diretora Ana Petta Data: 08/05 às 14 horas 

"Populismo" e a história das lutas sociais na América Latina
Luiz Eduardo Motta, Doutor em Sociologia pelo Instituto Universitário do Rio de Janeiro (IUPERF) e professor do departamento de Ciência Política da UFRJ. Data: 11/05 às 14 horas 

Revolução Russa e o legado da URSS
Luis Fernandes, Professor no departamento de Relações Internacionais da UFRJ e PUC-Rio, formado em Relações Internacionais pela Universidade de Georgetown, Estados Unidos, e é Mestre e Doutor em Ciência Política pelo IUPERJ. Data: 13/05 às 14 horas

A Revolução Russa no Contexto do Emancipacionismo Feminista
Ana Prestes, mestre e doutora em Ciência Política. Turma A e B Data: 15/05 às14 horas 

China: de Confucio a Xi Jinping
Ticiana Alvares, Doutoranda e Mestra em Economia Politica Internacional na UFRJ e Diretora do Instituto Sul Global do Instituto de Brasilidade Turma A e B Data: 18/05 às 14 horas 

O Pensamento de Gramsci Fábio Palácio, Doutor em Ciência da Comunicação pela ECA/USP, Professor de Jornalismo da UFMA e diretor da Fundação Maurício Grabois Turma A e B Data: 20/05 às 14 horas

Formulário de inscrição



Para Entender o Mundo e o Brasil

doacao castro alves