Entenda o Fascismo para ser Antifascista
Introdução

Quem poderia dizer que, depois de tudo que vivemos no século XX, veríamos a emergência de movimentos com feições fascistas? Pois bem, eles não só emergiram como, no momento em que a humanidade enfrenta uma das mais graves crises de sua história, conquistaram espaços centrais de poder na nossa sociedade. Para sorte de todos, se formou uma grande resistência. O Brasil amanhece cada dia mais antifascista. Este curso tem por objetivo compreendermos profundamente esse fenômeno social, que se mostrou não circunscrito à sociedade europeia das décadas de 20, 30 e 40 do século passado. Entender o fascismo é um passo fundamental para nos armarmos para a resistência. 

Aulas e Horários (ver detalhes)

Aula 1 - Ovo da serpente: origens teóricas e históricas do fascismo
Ementa da aula: o fascismo não foi um fenômeno que brotou do nada, ele foi fruto de uma determinada circunstância histórica que deu condições para ascensão desse fenômeno. Esta aula pretende fazer uma análise dos fatos históricos da Itália das décadas de 30 e 40 e das origens teóricas e políticas do fascismo. 

Professor: João Quartim de Moraes, é professor colaborador na Unicamp e pesquisador do CNPq centrado em história do pensamento político, instituições brasileiras, materialismo antigo e moderno, e marxismo.
Data: 09/06 (terça-feira) às 19h

Aula 2 - O Integralismo de ontem e hoje
Ementa da aula: o integralismo foi um dos primeiros movimentos organizados e de extrema direita no Brasil. Esta aula pretende apresentar uma breve história do integralismo da sua fundação até os dias de hoje. 

Data: 10/06 (quarta-feira) às 19h
Professora: Márcia Carneiro, Professora no departamento de história da UFF. Coordenadora do Laboratório de Estudos das Direitas e dos Autoritarismos (LEDA) e do Laboratório de Estudos da Imanência  e da Transcendência. Participante do Grupo de Estudos do Integralismo (GEINT).

Aula 3 - Fascismo e neofascismo no século XXI
Ementa da aula: é possível identificar, em plena aurora do século 21, a emergência de novas formas de fascismo? Que relação haveria entre os movimentos autocráticos do século 20 e as novas tendências de ultradireita que irrompem neste início de século, impulsionadas por uma das mais graves crises da história?

Data: 11/06 (quinta-feira) às 19h
Professor: Fábio Palácio, doutor em Ciência da Comunicação pela ECA/USP, Professor de Jornalismo da UFMA e diretor da Fundação Maurício Grabois 

Aula 4 - Lições de antiracismo para ser antifascista
Ementa: que relações podemos identificar entre  o fascismo e as várias expressões de racismo com as quais nos deparamos na vida cotidiana? 

Data: 12/06 (sexta-feira) as 19 horas
Professor: Gabriel Nascimento, 

Aula 5 - Bolsonarismo e neofascismo
Ementa da aula: muito se discute sobre qual deve ser a caracterização do bolsonarismo. Esta aula pretende fazer uma profunda análise em amplos aspectos do bolsonarismo. Como nasceu, quais são suas principais linhas teóricas e políticas, quais suas formas de organização entre outras questões que constituem este fenômeno atual. 

Data: 15/06 (segunda-feira) às 14h
Professora: Esther Solano, socióloga, professora da Unifesp e organizadora dos livros  "O ódio como política" ( Boitempo 2018) "Brasil em colapso"( Ed Unifesp 2019) e "A direita nas redes e nas ruas"( Expressão Popular 2019).

Aula 6 - Lições de fascismo e antifascismo
Ementa da aula: entender o fascismo é fundamental para que tiremos lições dele. Entender os movimentos antifascistas mais ainda. Este é o objetivo desta aula: aprofundar a análise sobre o fascismo e ver quais lições podemos tirar das experiências de resistência do passado.

Data: 16/06 (terça-feira) às 19h
Professor: Gianni Fresu, professor de Filosofia Política na Universidade Federal de Uberlândia (MG/Brasil), doutor em Filosófica pela Università degli studi “Carlo Bo” de Urbino, membro fundador e Presidente do International Gramsci Society Brasil.  


doacao castro alves